Saltar para conteúdo Saltar para pesquisa

O CLARIS torna a descalcificação desnecessária

Calcário: afeta o sabor e é causador de anomalias

O aquecimento da água provoca a precipitação do calcário. O estreitamento dos tubos por ação do calcário não só dá origem a tempos de aquecimento mais longos, com o consequente aumento do consumo energético, como pode avariar completamente a máquina. O calcário, para além de danificar a sua máquina de café automática, afeta negativamente o prazer do café. Embora, em pequenas quantidades, o calcário atue como um importante veículo do sabor, numa percentagem demasiado elevada produz um ligeiro sabor residual na água, impedindo que os aromas do café se libertem de forma ideal, devido às oscilações de temperatura da água.

O CLARIS torna a descalcificação desnecessária

A água correta é determinante para o sabor, uma vez que o café é constituído em 98 % por água. A par do cálcio, dos minerais e dos fluoretos, em muitas zonas encontram-se também na água ¬canalizada vestígios de chumbo, cobre, alumínio e cloro. Colocado diretamente no depósito de água, o filtro ¬CLARIS filtra sempre a água no momento, em cada preparação. As substâncias¬ nocivas são totalmente absorvidas, ao passo que os fluoretos importantes se conservam e atuam como veículos de sabor decisivos para a libertação do ¬aroma. Graças à composição ideal da água, cada especialidade de café transforma-se numa experiência gustativa de pleno sabor. E com CLARIS a descalcificação é completamente desnecessária.